Buscar
  • Giulianno Molina

Por que os socorristas do 11 de setembro têm maior incidência de câncer de tireoide?


Completando 18 anos este mês, o atentado de 11 de setembro de 2001, em Nova York, continua chamando a atenção e não só pela lamentável tragédia, mas também por um triste caso de saúde.

Trata-se da incidência três vezes maior de câncer de tireoide do que o esperado para a população em geral que vem atingindo socorristas que participaram dos resgates do atentado. A comprovação do aumento ocorreu com por meio de um método que emprega quatro biomarcadores capazes de distinguir expressões genéticas ligadas a tumores benignos e malignos. Os testes, desenvolvidos por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em colaboração com a Johns Hopkins University School of Medicine, nos Estados Unidos.

De acordo com Janete Cerutti, professora da Disciplina de Genética da Escola Paulista de Medicina da Unifesp e pesquisadora responsável pelo projeto, o estudo com os socorristas das torres gêmeas continuará em duas frentes: a investigação de componentes da poeira dos destroços que podem ter influenciado o aumento dos casos de câncer de tireoide e a avaliação da agressividade desses tumores.

Nós aqui seguiremos acompanhando o caso, além de desejarmos a toda a equipe de investigação muito êxito no projeto e, aos socorristas que salvaram tantas vidas em um ato heróico e solidário, que superem a doença e se recuperem o quanto antes!

#sbccp #ccp #cirurgiaodecabecaepescoco #cabecaepescoco #giuliannomolina #tireoide #examedetireoide #nodulos #pescoço #oncologia #onco #medicina #medicinelife #medico #cirurgiao #cirurgia #biopsia #exame #lifestyle #cancer #cisto #stress #


1 visualização

Telefones para contato: 

(11) 2592-8130 • (11) 2592-8056 • (11) 99788-2552

Endereço: R. Maestro Cardim, 560 - conjunto 24 - Edifício Office Paulista - Bela Vista - São Paulo - SP - 01323000

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
whatsapp.png